Como utilizar os faróis do carro de maneira correta

Os faróis são os responsáveis por iluminar o trajeto e sinalizar aos demais motoristas a presença do veículo na pista. A legislação brasileira estabelece determinadas especificações quanto a potência e regulação das lâmpadas. O descumprimento dessas normas é considerado infração grave e é passível de multa e apreensão do veículo.
Separamos abaixo os principais tipos e usos dos faróis do carro. Preparado? Então confira!

Farol alto: geralmente é desaconselhável usar o farol alto pois a alta luminosidade dificulta a visão do motorista que vem na mão contrária. Porém, em vias onde não há iluminação na rua, é inevitável o uso. Por isso, tenha bastante cuidado ao acionar os faróis altos e procure reduzir a luz assim que avistar outro veículo.

Farol baixo: esse tipo de iluminação deve ser usado durante à noite em vias que sejam iluminadas. Também é obrigatório manter os faróis baixos ligados durante o dia.

Luz alta e baixa, intercalada: ao realizar ultrapassagens, utilize essa iluminação. Ela também é indicada para alertar os demais motoristas em casa de perigo à frente.

Luz de posição: serve para sinalizar a largura do carro e também para indicar aos demais motoristas em que posição ele está.

Farol de neblina: localizado abaixo dos faróis, eles são utilizados para iluminar as faixas e os olhos de gato em caso de neblina ou tempestade. Seu uso não é obrigatório, mas em baixa visibilidade certamente o farol de neblina torna-se muito útil.

Farol de milha: este também é um item opcional, mas bastante útil para a condução segura do carro. Os faróis de milha concentram sua potência e luminosidade para clarear trechos a longa distância junto ao farol alto. É importante usar de forma consciente devido à alta luminosidade que proporciona.

Agora que você já conhece os principais tipos de faróis existentes, que tal checar as luzes do seu carro?

Fonte: https://www.facebook.com/idealbeneficios/